4 de dezembro de 2015

"Um livro aberto é um cérebro que fala; Fechado, um amigo que espera; Esquecido, uma alma que perdoa; Destruído, um coração que chora"


Sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na ideia, querendo e ajudando, mas quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só falcear com as surpresas. 
Amor desse, cresce primeiro; brota é depois. 

Guimarães Rosa



"É necessário sair da ilha para ver a ilha, 
Não nos vemos se não saímos de nós." 

José Saramago



"A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro." 

Albert Einstein



"Eu costumava achar que era a pessoa mais estranha do mundo. 
Então pensei: há tantas no mundo, tem de haver alguém como eu, que também se sente bizarra e imperfeita. 
E eu imaginava esta pessoa, imaginava que ela também estivesse lá pensando em mim. 
Bem, espero que se você for essa pessoa e estiver lendo isto, saiba que sim, é verdade, estou aqui! Sou tão estranha como você." 

Frida Kahlo



"Saudades! 
Tenho-as até do que me não foi nada, por uma angústia de fuga do tempo e uma doença do mistério da vida. 
Caras que via habitualmente nas minhas ruas habituais - se deixo de vê-las entristeço; e não me foram nada, a não ser o símbolo de toda a vida." 

Bernardo Soares



“Apesar das ruínas e da morte, 
Onde sempre acabou cada ilusão, 
A força dos meus sonhos é tão forte, 
Que de tudo renasce a exaltação 
E nunca as minhas mãos ficam vazias.” 

S. M. Breyner



"Que nada nos defina. 
Que nada nos sujeite. 
Que a liberdade seja a nossa própria substância." 

Simone de Beauvoir



"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade. 
A dor é inevitável. 
O sofrimento é opcional." 

Carlos Drummond de Andrade



"O ar está cheio de palavras; e até as que se perdem contra o fundo de muros, as que caem no outono como as folhas das árvores, as que se afogam no pântano das indecisões, deixam no ar o seu eco." 

Nuno Júdice



"Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la." 

Clarice Lispector

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...